Punição física severa em jovens com e sem conflito com a lei

  • Tamyres Tomaz Paiva, Carlos Eduardo Pimentel, Thiago Gomes Nascimento, Giovanna Barroca de Moura, Júlia Barbosa Guedes Pereira
Palavras-chave: Punição física, punições severas, ato infracionais.

Resumo

A punição física é definida como um castigo precedido do uso da força física com intenção de causar dor, para fins de disciplina do comportamento da criança, sem causar lesão. Objetivou-se verificar a relação entre a punição corporal parental entre jovens com/sem conflito com a lei. Participaram 64 jovens, majoritariamente do sexo masculino (73,4%), residentes da cidade da grande João Pessoa (95,2%), divididos em dois grupos (48,4%) com e (51,6%) sem conflito com a lei, variando entre 12 a 21 anos (m= 16,82, dp=1,397). Usou o instrumento construído com base na literatura. Fez-se correlação bivariada Spearman, encontrando-se uma correlação positiva, entre surras e atos infracionais (ρ = 0,27; p<0,02) e bater de forma brutal até tirar o direito a vida e atos infracionais (ρ = 0,28; p><0,05). Neste sentido, o estudo ratificou com a Meta-análise, alertando para a comunidade os malefícios de uma punição física severa que pode contribuir na agressão.><0,02) e bater de forma brutal até tirar o direito a vida e atos infracionais (ρ = 0,28; p<0,05). Neste sentido, o estudo ratificou com a Meta-análise, alertando para a comunidade os malefícios de uma punição física severa que pode contribuir na agressão.

Publicado
2016-08-08
Como Citar
Giovanna Barroca de Moura, Júlia Barbosa Guedes Pereira, T. T. P. C. E. P. T. G. N. (2016). Punição física severa em jovens com e sem conflito com a lei. Revista Ciência & Polícia, 4(2), 13-27. Recuperado de http://revista.pm.df.gov.br/index.php/rcp/article/view/39
Seção
Artigos