Educação superior para policiais: uma revisão da literatura

  • Nelson Gonçalves de Souza Universidade de Brasília
Palavras-chave: polícia, polícia militar, ensino superior

Resumo

Realizou-se uma revisão da literatura sobre o ensino superior para policiais. Verificou-se que a questão vem sendo objeto de estudos nos países desenvolvidos, notadamente nos Estados Unidos, desde o início do século XX. Apesar de inúmeros impactos positivos, atribuídos ao ensino superior nas atitudes, comportamentos e práticas profissionais dos policiais, não é possível, até aqui, encontrar evidências conclusivas e diretas dessa relação. No Brasil, comparativamente aos países desenvolvidos, os estudos sobre o efeito do ensino superior no trabalho policial são escassos, o que parece indicar não ser um tema de interesse da academia. Apesar disso, é crescente o número de policiais que buscam uma formação superior como forma de aperfeiçoamento, pessoal e profissional, assim como é crescente o número de organizações que vêm estabelecendo o ensino superior como requisito de entrada, seja pela perspectiva de melhorar a qualidade do serviço prestado, seja pela simples necessidade de equiparação salarial e de status com organizações congêneres. Independente de qual seja a razão da adoção do ensino superior para policiais no Brasil, os estudos analisados, ainda que não conclusivos, não apontam para qualquer fator negativo que o indique contraindique como requisito.

Biografia do Autor

Nelson Gonçalves de Souza, Universidade de Brasília

Doutor em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (UnB). Mestre em Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação (UCB)

Publicado
2020-07-15
Como Citar
Gonçalves de SouzaN. (2020). Educação superior para policiais: uma revisão da literatura. Revista Ciência & Polícia, 5(2), 85-103. Recuperado de http://revista.pm.df.gov.br/index.php/rcp/article/view/103
Seção
Artigos